Páginas

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Violeta Genciana

Acho que a maior parte das loiras/grisalhas já ouviu falar 
da Violeta GencianaÉ um produto tão antigo, mas tão antigo, que eu me lembro muito bem de, na minha infância, ver nas ruas as vovós com "cabelo de algodão doce", naquele tom lilás tão peculiar.

A Violeta Genciana é, originalmente, um antisséptico usado em ferimentos e queimaduras. Acontece que tem uma pigmentação tão forte que mancha até a alma da pessoa! E por causa dessa pigmentação passou a ser usada para tingir os cabelos das vovós, eliminando o amarelado e deixando a cabeleira branquinha depois de algumas lavagens.
Isso também se aplica às loiras, e é claro que eu não poderia resistir a essa alternativa caseira!
Passei um bom tempo sem usar produtos desamareladores justamente pra sentir a potência do resultado.

Dica: libere o local onde você fará aplicação e proteja suas mãos.
No banheiro, é bom tirar tudo de cima do balcão. Vocês precisam saber que a Violeta Genciana mancha de verdade!  E é importante usar luvas pra não estragar o esmalte as unhas.
Eu misturei 3 gotas em uma quantidade de máscara hidratante duas vezes maior que a de costume, pois precisei aplicar em todo o cabelo, uniformemente. Escolhi uma máscara branca e com textura mais molinha, que pode ser substituída por um condicionador.


O ideal é deixar a Violeta Genciana "respirar" um pouco antes de aplicar no cabelo, pois ela é diluída em álcool e acaba por ressecar os fios se aplicada imediatamente.
Após a aplicação bem cuidadosa, começando pelas pontas mais claras e depois espalhando por todo o cabelo, deixei agir por 2 minutos cronometrados e enxaguei. Acredito que o tempo total do produto no cabelo foi de aproximadamente 5 a 6 minutos.

Depois de seco, o cabelo estava acinzentado e bem clarinho nas partes descoloridas, chegando a ter uma nuance mais lilás em algumas mechas. No comprimento e raiz não notei diferença da cor, pois estão num tom de loiro mais escuro.
O efeito levemente lilás saiu completamente depois de 2 lavagens, e o acinzentado foi saindo gradativamente e resistiu a mais ou menos 7 lavagens, mas demorou bem mais que isso para voltar a amarelar.

Resumindo, é uma alternativa válida pra quem está desesperada pra desamarelar o cabelo, mas acho bastante arriscada por causa das manchas e do efeito lilás desagradável que pode aparecer. O tempo de ação e seu resultado são meio incontroláveis.


Um comentário:

  1. Acredite é bom ter cuidado pois alem do risco de macha o cabelo,o seu uso continuo leva ao resecamento do cabelo,principalmente nas pontas!

    ResponderExcluir