Páginas

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Encerramento

Oi pessoal!
Acredito que vocês já repararam que há muito tempo não fazemos uma postagem nova.
É que acabamos por perder o interesse e não conseguíamos mais encontrar tempo pra nos dedicar ao blog da forma como ele merecia.
Decidimos, então, encerrar nossas atividades do blog.
Ele vai permanecer disponível para consultas e comentários, já que tivemos muita pena de simplesmente apagar todo esse trabalho de tivemos por 2 anos.
Agradecemos aos leitores e parceiros por todo o apoio e carinho que tivemos ao longo dessa jornada.
Obrigada!

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Reconstrutor Dumb Blonde - Bed Head - Tigi





Minha cunhada Luciana comprou o reconstrutor Dumb Blondeda Bed Head, e aproveitei pra testar.
Ele é indicado para recuperar o cabelo após usar tintura ou descoloração, tratado ou mal-tratado por processos químicos. Sua fórmula contém proteínas do trigo e da soja, queratina e pró-vitamina B5.
Pode ser usado como equilibrador de pH, condicionador ou máscara de tratamento por 5 a 10 minutos.

Lavei o cabelo com um shampoo e sequei bem com a toalha antes de aplicar o reconstrutor. Ele é um creme super espesso, amarelinho e com um cheiro muito gostoso. Por ser tão espesso, achei um pouco difícil de espalhar pelos fios, mas com bastante boa vontade e massageando bem as mechas, consegui espalhar por todo o comprimento sem precisar usar muita quantidade.


Deixei agir por 10 minutos e enxaguei. Depois do produto eliminado, senti os fios ainda meio porosos e não muito amaciados, mas segurei firme a vontade de usar um condicionador por cima. Sequei com a toalha e desembaracei usando um pouco mais de boa vontade. Deixei secar naturalmente.
Depois de seco o cabelo estava macio, cheiroso e brilhante, com as mechas bem iluminadas, mas embaraçando com facilidade e as pontas ficaram com aspecto ressecado.
Ou seja, no meu cabelo não vai rolar novamente.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Violeta Genciana

Acho que a maior parte das loiras/grisalhas já ouviu falar 
da Violeta GencianaÉ um produto tão antigo, mas tão antigo, que eu me lembro muito bem de, na minha infância, ver nas ruas as vovós com "cabelo de algodão doce", naquele tom lilás tão peculiar.

A Violeta Genciana é, originalmente, um antisséptico usado em ferimentos e queimaduras. Acontece que tem uma pigmentação tão forte que mancha até a alma da pessoa! E por causa dessa pigmentação passou a ser usada para tingir os cabelos das vovós, eliminando o amarelado e deixando a cabeleira branquinha depois de algumas lavagens.
Isso também se aplica às loiras, e é claro que eu não poderia resistir a essa alternativa caseira!
Passei um bom tempo sem usar produtos desamareladores justamente pra sentir a potência do resultado.

Dica: libere o local onde você fará aplicação e proteja suas mãos.
No banheiro, é bom tirar tudo de cima do balcão. Vocês precisam saber que a Violeta Genciana mancha de verdade!  E é importante usar luvas pra não estragar o esmalte as unhas.
Eu misturei 3 gotas em uma quantidade de máscara hidratante duas vezes maior que a de costume, pois precisei aplicar em todo o cabelo, uniformemente. Escolhi uma máscara branca e com textura mais molinha, que pode ser substituída por um condicionador.


O ideal é deixar a Violeta Genciana "respirar" um pouco antes de aplicar no cabelo, pois ela é diluída em álcool e acaba por ressecar os fios se aplicada imediatamente.
Após a aplicação bem cuidadosa, começando pelas pontas mais claras e depois espalhando por todo o cabelo, deixei agir por 2 minutos cronometrados e enxaguei. Acredito que o tempo total do produto no cabelo foi de aproximadamente 5 a 6 minutos.

Depois de seco, o cabelo estava acinzentado e bem clarinho nas partes descoloridas, chegando a ter uma nuance mais lilás em algumas mechas. No comprimento e raiz não notei diferença da cor, pois estão num tom de loiro mais escuro.
O efeito levemente lilás saiu completamente depois de 2 lavagens, e o acinzentado foi saindo gradativamente e resistiu a mais ou menos 7 lavagens, mas demorou bem mais que isso para voltar a amarelar.

Resumindo, é uma alternativa válida pra quem está desesperada pra desamarelar o cabelo, mas acho bastante arriscada por causa das manchas e do efeito lilás desagradável que pode aparecer. O tempo de ação e seu resultado são meio incontroláveis.


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Shampoo Hair Health Purificante - Tânagra



Precisando de um shampoo pra me ajudar no controle da oleosidade da raiz, acabei comprando o Hair Health Purificante, da Tânagra
Já tive uma experiência com alguns produtos da linha Máxima Hidratação e gostei bastante, por isso optei por experimentar um produto específico pra raiz oleosa.
De acordo com a embalagem:
"Produto desenvolvido com ativos de origem vegetal. Promove ação condicionante nos fios e brilho intenso. A associação dos nanopeptídeos com a Cera Cítrica confere sensação de maciez e proteção extra aos fios."


Ele tem consistência meio gelatinosa, cheiro agradável e faz bastante espuma, mesmo no cabelo bem sujo. Logo na primeira lavagem já senti a ação da limpeza profunda, que foi intensificada quando repeti a aplicação. Efeito adstringente muito forte, típico dos shampoos desse tipo.
O cabelo ficou bastante poroso, travando nos dedos, sem condições de desembaraçar. Nada de "ação condicionante" prometido na embalagem.
Aproveitei que as escamas estavam bem abertas para aplicar uma máscara hidratante. Senti que o produto foi rapidamente absorvido pelos fios e percebi que o efeito da máscara foi ampliado pela fácil penetração dos ativos.
A raiz teve a oleosidade controlada por quase dois dias, que no meu caso é ótimo!
Gostei muito desse shampoo!